Considerações sobre “La haine de la democrátie”: a democracia como ameaça em Jacques Ranciére  

Por Alberto Luís Araújo Silva Filho

Remontando aos filósofos anti democráticos da escola grega, Ranciére desvenda a linha que concebe o populus como uma ameaça à estabilidade social, expondo o fato da representação escusa como a resultante de todo um projeto histórico-reflexivo de elevação das distinções sociais que grassam na contemporaneidade.

Continue lendo “Considerações sobre “La haine de la democrátie”: a democracia como ameaça em Jacques Ranciére  “

Anúncios

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑