Etiqueta: feminismo

Sintomas de uma ausência (danos da moral e política patriarcais)

Por Daniel Santos da Silva Se você é pobre é vulnerável, se você é mulher é ainda mais vulnerável.  Como se o sistema não se conformasse em agredi-las pelo que são e se desse a macabra tarefa de eliminá-la. Quer dizer, já não é mais apenas objeto de assédio e violência sexual.

Leia mais »

Um Grande Despertar e seus perigos

Por Slavoj Žižek, via The Philosophical Salon, traduzido por Oleg Savitskii e Anna Savitskaia. Em 7 de novembro de 2017, Judith Butler ajudou a organizar uma conferência em São Paulo. Embora o nome da conferência tenha sido “Os Fins da Democracia” e, portanto, não tenha tido nada a ver com o tema de transgênero, uma

Leia mais »

A Situação da Mulher na União Soviética

Por  Alexander Birman, via Pueblo Sovietico, traduzido por Cristina Silva* Publicado em “O Correio da Unesco: uma janela aberta sobre o mundo”, em 1980, o texto foi escrito pelo economista e educador soviético, decano do Instituto Soviético de Estudos Comerciais, instituição que organizava cursos por correspondência.

Leia mais »

O feminismo se junta ao pensamento marxista

Por Nicole-Edith Thévenin, via L’Humanité, traduzido por Daniel Alves Teixeira Filósofa e psicanalista, Nicole-Edith Thevenin dá uma declaração firme sobre o movimento feminista, que ela acredita, hoje, estar confinado somente a reivindicar os direitos das mulheres e à reclamação.

Leia mais »

Trump e as mulheres: uma crítica marxista

Por Sam Miller, via Jacobin Magazine, traduzido por Gabriel Landi Fazzio Trump definiu a dialética de seu feminismo como algo entre o “doce por fora” mas implacável por dentro. Pode-se dizer que o Trumpismo e feminismo corporativa são dois lados da mesma moeda. No feminismo corporativo, o patriarcado celebra o seu domínio como feminino.

Leia mais »

Žižek está errado sobre algumas coisas

Por Sam Warren Miell, via Different Coloured Hats, traduzido por Hugo Gomes Penaranda O artigo mais recente de Žižek é ruim. Muito ruim. Um desastre. Quase todo parágrafo é – em maior ou menor grau – premeditadamente ignorante, deliberadamente ofensivo, e completamente mal pensado ao ponto da redundância absoluta.

Leia mais »