Sobre os dogmas neoliberais em tempos de pandemia

Por Gustavo Livio

No mais recente episódio da luta de classes, expressiva fileira da burguesia brasileira se somou aos ideólogos do neoliberalismo para combater as políticas de isolamento social praticadas até o momento. Continue lendo “Sobre os dogmas neoliberais em tempos de pandemia”

2020 é o Ano em que Matamos os Mais Fracos

Por Sandino Patriota

No ponto em que nos encontramos, com o carniceiro que ocupa a cadeira de presidente e os generais que estão ao seu lado decididos a promover as mortes e aparecer como os melhores defensores dos lucros dos banqueiros e monopólios, tornou-se impossível evitar o crescimento exponencial da letalidade. Isso só seria possível com a ação firme de um Estado nacional, decidido a apoiar e defender sua população, coisa que não estamos perto de ter no Brasil. É preciso tomar consciência desse fato no momento em que se discutem as ações de bloqueio total (lockdown), em algumas regiões, e de relaxamento parcial da quarentena, em outras. Continue lendo “2020 é o Ano em que Matamos os Mais Fracos”

Alain Badiou e a Verdade na Política Revolucionária

Por Alain Badiou, traduzido por Vinícius Okada M. M. D’Amico a partir da versão em inglês do livro (excertos de seu prefácio) Logic of Worlds, Editora Continuum, 2009.

“A agonia da França não nasceu das enfraquecedoras razões para acreditar nela — derrota, demografia, indústria, etc. — mas da incapacidade de acreditar em coisa alguma”.- André Malraux Continue lendo “Alain Badiou e a Verdade na Política Revolucionária”

A ideia de futuro e o futuro da ideia (de comunismo)

Por Germano Nogueira Prado*

Uma proposição comum, simples e verdadeira é a de que, para pensar e(m) fazer seja o que for, mas em especial para pensar no futuro, precisamos “ter boas ideias”. “Em especial no futuro”, porque nossa tendência mais imediata, ou comum, é compreender o futuro como a dimensão do tempo ainda aberta a transformações, a mudanças, à contingência, à alteração; ao que vem a ser outro, portanto – e as ideias vêm à luz, em geral, para dar um encaminhamento outro a uma questão, outro em relação ao que ela já tinha tomado até então.  Continue lendo “A ideia de futuro e o futuro da ideia (de comunismo)”

Propostas para derrotar o fascismo

Por Magno Francisco da Silva

A crise do modo de produção capitalista, iniciada em 2008, a maior de toda história do capitalismo, é marcada por uma contradição cada vez mais intensa: ao mesmo tempo que o desenvolvimento das forças produtivas alcança patamares jamais vistos, há uma produção de miséria e desigualdade social como nunca em toda a história. Dito de outro modo, nunca se produziu tanta riqueza e nunca se teve tanta pobreza. Continue lendo “Propostas para derrotar o fascismo”

Os velhos novos problemas da união europeia no gerenciamento da crise do coronavírus

Por Kommunistische Organisation, traduzido por Raul Floriano

Em algumas poucas semanas, desde o início da pandemia do Covid-19 e de sua consequente crise econômica, o caráter fundamental da União Europeia emergiu como havia tempo que não fazia. A conversa sobre “solidariedade europeia” –  que na realidade sempre foi uma frase vazia de propaganda para consagrar esta confederação de Estados com bênçãos mais nobres – revelou, mais uma vez, toda a medida de seu absurdo diante do comportamento de alguns Estados. Continue lendo “Os velhos novos problemas da união europeia no gerenciamento da crise do coronavírus”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑