A “economia política” do ensino de História: a batalha no presente pelo futuro

Por Mylena Cristina da Silva Lima

O ensino de História é um produto cotidiano de disputas não somente pelo passado, mas principalmente pelo futuro. Forjado além de planos pedagógicos ou discussões institucionais, o espaço escolar carrega a função de socializar de acordo signos construídos em meios às contradições de disputas que transpassam nossa estrutura de organização social e o ensino de História, talvez, seja a disciplina mais afetada por esse campo de batalha. Continue lendo…

Anúncios

O nome da audácia

Por Clarisse Gurgel, contribuição à crítica de Gabriel Landi

Slavoj Žižek, em Como Marx inventou o sintoma?, resgata as contribuições de Alfred Sonh-Rethell, em Trabalho Manual e Intelectual, mobilizando a noção de “abstração real”. Algo correspondente a uma dimensão das relações sociais em que atos são executados de modo desapercebido, no momento em que os homens estão distraídos, tomados “pela negociação e pela aparência empírica das coisas” Continue lendo…

O fascismo da batata: Crítica de Badiou a Deleuze

Por Alain Badiou, via Scribd, traduzido por Matheus Cornely e Daniel Alves Teixeira

Hoje podemos elaborar o balanço – ontológico – mais geral dos anos 60 e 70. No cerne da questão, há a ideia de que o levante de massas de maio de 68 – como revolta popular sem precedentes – aos olhos de seus protagonistas intelectuais, não teria tido uma ossatura de classe tangível e que, por isso, seria concebível como uma insurreição dos múltiplos. Continue lendo “O fascismo da batata: Crítica de Badiou a Deleuze”

A natureza das manifestações de massas

Por John Berger, via Marxists.org, traduzido por Gabriel Landi Fazzio

John Berger faleceu no dia 3 de janeiro de 2017, aos 90 anos. Pintor, poeta, novelista, roteirista, ensaísta e autor de diversas obras marxistas sobre arte, declarava: “jamais comprometerei minha oposição à sociedade e à cultura burguesas”. No ensaio abaixo, originalmente publicado em maio de 1968 na revista New Society, Berger demonstra a abrangência de sua produção intelectual, debruçando-se sobre o tema das manifestações de massas. Continue lendo…

O sexual é político

Por Slavoj Žižek, via The Philosophical Salon, traduzido por Germano Nogueira Prado, membro do Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia

As portas de banheiro segregadas estão hoje no centro de uma grande luta legal e ideológica. Em 29 de março de 2016, um grupo de 80 executivos com negócios estabelecidos predominantemente no Vale do Silício, encabeçados pelo CEO do Facebook Continue lendo…

Nuit Debout: de pé por todas as noites

Por Frederico Lyra de Carvalho

O Nuit Debout talvez seja o início de alguma coisa, de algo que ainda vai tomar forma e realmente acontecer. Onde o primeiro sinal é todos iniciarem a noite se colocando de pé. O Nuit Debout, a noite de pé que recomeça a cada noite, pode ser um ensaio geral para a próxima noite. A última noite?

Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑