Categoria: Crítica

Nações e Sovietes: a questão nacional na URSS

Por Eugene Puryear, via Liberation School*, traduzido por Thiago Lopes O passado, dizem, nunca realmente passa. Em meses recentes, a política de nacionalidade soviética, um assunto que muitos pensavam estar restrito a remansos acadêmicos e happy hours comunistas, foi lançado na linha de frente do debate público. A guerra aquecida na Ucrânia trouxe à tona

Leia mais »

Guerra e marxismo: as contribuições de Marx e Engels

Por Lucas Barroso Rego* Afeganistão. Iraque. Sudão. Líbano. Quênia. Nigéria. Síria. Ucrânia. A guerra, entendida como uma continuação política por outros meios (CLAUSEWITZ, 1996), é um aspecto que tem permeado a humanidade e, em especial, a contemporaneidade. Em torno dos conflitos armados, diversas análises foram e estão sendo construídas tanto pela sociologia militar quanto pela

Leia mais »

O ornitorrinco e o Bacurau: reflexões sobre o Brasil como periferia do capital

Por Márcia dos Santos Fontes* A obra “O Ornitorrinco” (2003), de Francisco de Oliveira, provoca a reflexão sobre a condição dual brasileira enquanto reveladora do cruzamento entre as singularidades do capital interno e de suas forças sociais com as necessidades metabólicas do capital central e suas determinações na divisão internacional do trabalho; complementando esta obra,

Leia mais »

Lukács e o desenvolvimento desigual

Por Rômulo Caires Diferente de outros marxistas, a categoria desenvolvimento desigual, que já aparece de forma assistemática nos escritos de Marx, tem para Lukács não apenas uma referência ao desenvolvimento econômico propriamente dito, mas refere-se a um quadro mais geral do desenvolvimento do ser social, em sua universalidade concreta, ou seja na perspectiva de um

Leia mais »

A educação jurídica no pensamento de Alysson Leandro Mascaro

Por Petrus Ian Santos Carvalho[1] Não raramente, o ensino do direito contemporâneo tem sido objeto de diagnósticos recorrentes no universo jurídico-acadêmico, que, em suma, apontam para a sua crise. Se, em termos quantitativos, o aumento massivo do número de instituições e cursos de direito por todo o Brasil observado nas últimas décadas pode ser considerado

Leia mais »

Por que comunistas deveriam estudar Arqueologia?

Por Thandryus Augusto Guerra Bacciotti Denardo* A Arqueologia é uma ciência que estuda principalmente os produtos do trabalho humano a fim de construir conhecimento de diferentes sociedades do passado, e, dessa forma, pode contribuir no entendimento da formação de diferentes modos de produção, do surgimento da divisão de trabalho e dos estamentos sociais, da compreensão

Leia mais »

Igreja e Escola na República Soviética

Por Nikolai Bukharin, via marxist.org, traduzido por Guilherme Henrique A classe trabalhadora e seu partido – o Partido Comunista Bolchevique – almejam não apenas a libertação econômica, mas também a libertação espiritual das massas trabalhadoras. E a própria libertação econômica será ainda mais rápida, se os proletários e os trabalhadores pagos por dia expulsarem de

Leia mais »