Categoria: Política e História

Sobre Georges Danton

Por François-Alphonse Aulard. Traduzido por Asturig Emil von München, via Scientific Socialism “Ora, a insurreição é uma arte, exatamente como a guerra ou qualquer outro tipo de arte. A insurreição submete-se a certas regras cuja inobservância conduz à ruína da parte que é por ela responsável. Essas regras – conclusões lógicas, extraídas da essência das partes e das

Leia mais »

Sobre a agitação – um clássico da social-democracia russa

Por Arkadi Kremer e Julius Martov, via People’s War, traduzido por Camila Araujo Escrito em 1893 e traduzido do russo para o inglês por Richard Taylor. I Nosso artigo pretende esclarecer várias questões relacionadas à prática dos sociais democratas russos: a resolução correta para essas questões é, na nossa opinião, uma pré-condição necessária se a

Leia mais »

O imperialismo ainda é um conceito relevante?

Por David Harvey, transcrito e traduzido por Gabriel Oliveira Transcrição das intervenções de David Harvey no debate “Imperialism: Is it still a relevant concept?”, realizado na New School for Social Research em 1 de Maio de 2017 quando do lançamento do livro A Theory of Imperialism, de Utsa Patnaik e Prabhat Patnaik. 

Leia mais »

Sobre a responsabilidade dos intelectuais

Por György Lukács, via gyorgylukacs.wordpress.com, traduzido por Bruno Bianchi Escrito em 1948. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos esperavam que a destruição do regime hitleriano também erradicasse a ideologia fascista. Mas o que tem sido visto desde o fim da guerra em diante na Alemanha Ocidental indica que a reação anglo-saxônica até mesmo salvou e

Leia mais »

Capitalismo e produção de subjetividades negras

Por João Henrique Lima Almeida “Se a subjetividade se institui e se organiza através de nossas práticas sociais, estas orquestradas pelo capitalismo, e o capitalismo alocou os negros na situação de sub-emprego e desemprego, numa franja marginal, não é difícil reconhecer que o capitalismo produz as agruras que marcam a subjetividade (palavra contemporânea para alma)

Leia mais »

A CIA vista como um empregador democrático

Por Black Panthers Party, via The Black Panther, traduzido por Lara Rossetto O presidente Nixon fez uma aliança surpreendente com certas forças da militância negra1. Isso pode parecer audacioso, ou até perigoso, como se brincasse com o fogo de uma consciência revolucionária negra. Mas é, na verdade, uma técnica de eficiência historicamente comprovada. ( I.

Leia mais »

Deixar Mark Fisher ir. Sobre fantasmas, nostalgia e luto.

Por Pepe Tesoro. Traduzido por Reginaldo Gomes. Quatro anos após sua morte, a figura de Mark Fisher se vê ameaçada por uma situação paradoxal. Por um lado, grande parte de sua obra inspira o combate à vã nostalgia da esquerda e à mistificação inoperante de suas estratégias tradicionais, e encoraja o projeto emancipador a se

Leia mais »

Entrevista exclusiva com Alain Badiou

Entrevista por Marcelo Bamonte e Diogo Fagundes. Somente a luta revolucionária liberta os povos. Tomado e moldado em meio ao confronto prático, o filósofo francês Alain Badiou, 84, segue refletindo sobre as especificidades e totalidades do sistema do capital, que deve ser derrotado. “Hoje, um homem pode ter riqueza igual à de vários milhões de

Leia mais »