Etiqueta: Filosofia

Encontrar Marx no marxismo de nossos dias

Por Arthur de Oliveira Machado, Mestrando em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Maria. Reencontrar Marx no marxismo é encontrar o que há de vivo em Marx: em primeiro lugar, que ele é um pensador da Vida. Encontrar Marx, no marxismo, é defender a vida, não compreendida biologicamente, mas, materialmente: a vida que dá a

Leia mais »

Mentalismo histórico-dialético? Em torno de uma passagem d’O Capital

Por João Henrique Lima Almeida “Pressupomos o trabalho numa forma em que ele diz respeito unicamente ao homem. Uma aranha executa operações semelhantes às do tecelão, e uma abelha envergonha muitos arquitetos com a estrutura de sua colmeia. Porém, o que desde o início distingue o pior arquiteto da melhor abelha é o fato de que

Leia mais »

A filosofia não é um diálogo

Por Slavoj Žižek, traduzido por Thales Fonseca Dificilmente se produzirá um diálogo entre nós[1], posto que em linhas gerais somos da mesma opinião. Porém, poderia ser isso – para começar com uma provocação – um sinal da verdadeira filosofia? Sou da mesma opinião que Badiou quando sublinha, seguindo Platão, que a filosofia é axiomática e

Leia mais »

Cremonini, pintor do abstrato

Por Louis Althusser, via Trondheim Academy of Fine Art, traduzido por Reginaldo Gomes  Redigido na ocasião de uma exposição de Leonardo Cremonini na Bienal de Veneza (junho-setembro de 1964) “Cremonini, pintor do abstrato”, datado por Althusser de agosto de 1966, foi publicado em novembro de 1966 na revista Démocratie nouvelle, no quadro de uma “Pesquisa

Leia mais »

Acostume-se com o vírus (e com as queimadas, e…)? Não, obrigado!

Por Slavoj Žižek, via Crisis and Critique, traduzido por Rodolfo Rodrigues “Se não fizermos nada, nosso mundo logo se tornará irreconhecível para seus habitantes. E o que estamos fazendo é quase nada – todos os consensos em falas a respeito das medidas contra o aquecimento global apenas mascaram esse nada.”

Leia mais »

A Dialética da Forma e do Conteúdo

Por Garry Healy, via Marxist Monthly traduzido por Lucas Chagas “As “formas” são deliberada e conscientemente projetadas para apresentar constantemente uma aparência de enorme brutalidade e medo. No entanto, é a totalidade histórica do conteúdo do declínio do imperialismo britânico que “se agita”. Uma vez que esse declínio continua independentemente da forma de brutalidade do

Leia mais »

Sobre a solução da abolição do Estado e os “amigos da anarquia” alemães

Por Friedrich Engels, via mlwerke.de, traduzido por Daniel Garcia e Gabriel Landi Fazzio “A palavra de ordem da abolição do Estado esconde a fuga covarde das lutas imediatas que se apresentam; ou uma espúria inflação da liberdade burguesa à absoluta independência e autonomia do indivíduo; ou, finalmente a total indiferença do cidadão perante qualquer forma

Leia mais »