A luta de classes nos EUA segundo o “New York Times”

Por Gabriel Landi Fazzio, via PCB

A grande crise de 2008 significou um ponto de viragem no desenvolvimento mundial do capitalismo. O desenvolvimento relativamente pacífico, que remontava os anos 90 Continue lendo…

Anúncios

2013, ano sindical

Por Alexandre Pimenta¹

2013 normalmente é lembrado pelas gigantescas manifestações de rua em mais de 300 municípios; como uma mais um capítulo de uma primavera dos povos contemporânea que varreu o globo no início da década de 2010, logo após o estouro de uma nova crise global do capitalismo. Um ano de novos repertórios de protestos e sujeitos políticos, fora e até contra o sindicalismo, por demais ligado a conflitos anacrônicos e, no caso Brasil, ao setor que se fusionou com o governo alvo das manifestações. Continue lendo “2013, ano sindical”

A retomada da luta sindical nos EUA

James Woods, via U.S. Uncut, traduzido e comentado por Gabriel Landi Fazzio.

O Partido Democrata, na sexta-feira (28/08/15) adotou o apelo pelo aumento do salário mínimo para $15/hora, estabelecendo a reivindicação como parte de sua plataforma partidária, no aproximar da temporada eleitoral de 2016. O movimento adiante polariza as alas progressistas do partido movendo-as à esquerda tanto do Partido Republicado quanto de democratas centristas ligados às corporações, como Hillary Clinton.

Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑