Por que ler Fanon hoje? Immanuel Wallerstein

Por Immanuel Wallerstein, traduzido por Douglas Rodrigues Barros

Frantz Fanon[3] nasceu na ilha da Martinica em 1925 e morreu de leucemia, muito cedo, em 1961. Em 1952, quando já era médico e psiquiatra, publicou seu primeiro livro, Peles negras, máscaras brancas. Continue lendo “Por que ler Fanon hoje? Immanuel Wallerstein”

Marx em liberdade vigiada

Por Francisco Martins Rodrigues, via Marxists.org

“O triunfo e a decomposição do capitalismo, ao atingirem a escala planetária, mergulham nas trevas da sua agonia todos os estratos da sociedade, contagiam-nos com a sua cegueira. Sob a condescendência dos argumentos de “modernidade” esconde-se uma tremenda regressão do pensamento crítico em matéria social. “ Continue lendo “Marx em liberdade vigiada”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑