Etiqueta: Zizek

Mãe, o futuro é real?

Por Veridiana Zurita A pergunta grita dois afetos cruciais pro tipo de ideologia que nos gerencia. Medo e esperança. Dois afetos que catapultam pro futuro nossa paralisia em lidar com o presente. Ter medo ou esperança nos coloca na espera de um futuro que nunca chega e ainda assim é capaz de paralisar o presente.

Leia mais »

Como um Ladrão em plena luz do dia: poder na era do pós-capitalismo

Por Felipe Taufer e Moisés João Rech “Para que nossa forma de consciência social contemporânea atravesse a barreira do cinismo, sugere Žižek, somos impelidos a recuperar uma das lições fundamentais de Hegel: temos de levar a realidade mais a sério do que ela própria se leva. Só que a realidade é irônica. Pois se há

Leia mais »

Neopentecostalismo como Gramática Neoliberal de Sofrimento

Por Christian Ingo Lenz Dunker, Rodrigo Gonsalves e Ivan Estevão, via CT&T: Continental Thought and Theory Introdução O presente artigo pretende fazer uma leitura do neopentecostalismo brasileiro, emergente nas décadas de 2000-2019, considerando processos atinentes à psicologia das massas, identificações e fantasias ideológicas descritos a partir da psicanálise. Tais processos engendram o que chamamos de

Leia mais »

Acostume-se com o vírus (e com as queimadas, e…)? Não, obrigado!

Por Slavoj Žižek, via Crisis and Critique, traduzido por Rodolfo Rodrigues “Se não fizermos nada, nosso mundo logo se tornará irreconhecível para seus habitantes. E o que estamos fazendo é quase nada – todos os consensos em falas a respeito das medidas contra o aquecimento global apenas mascaram esse nada.”

Leia mais »

“Derrubar tudo isso é possível”: LavraPalavra entrevista Jodi Dean

Por Marcelo Bamonte e Jodi Dean A intelectual comunista e professora universitária estadunidense Jodi Deean reflete sobre o estágio organizativo da esquerda radical, a partir de sua teoria do corpo e do sujeito político, buscando respostas que capacitem as forças revolucionárias a assumir uma posição dirigente na luta de classes.

Leia mais »

Violência: Esboço de uma Crítica

Por Eitor Ramiro Sena de Macedo “De toda forma, é problemático o uso esvaziado da palavra violência, pois essa arbitrariedade carrega a forma do senso comum, eivada de ideologia e aprisionada na aparência. Por exemplo, os comunistas são vistos como violentos4, pois as experiências revolucionárias foram destacadas historicamente por esse conceito. Entretanto, a colonização da

Leia mais »

Gato Tosco Contra Tigres de Papel

Por J-P Caron e Bruno Trchmnn De que vivem os artistas do fracasso? Somos professores, estudantes,  funcionários públicos, carteiros, operários, atendentes, motoristas, garçons, babás, estudantes, desempregados e outras párias da elite artística. 

Leia mais »