Oferta!

Estado policial ou paraíso socialista? A República Democrática Alemã e o que aconteceu com ela

R$40,00

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL – ENTREGAS A PARTIR DO FIM DE JANEIRO]

Muito se escreveu sobre o quão terrível a República Democrática Alemã supostamente era: um povo aprisionado por um muro e subjugado por um onipresente aparelho de segurança da Stasi. Essas descrições se baseiam amplamente em preconceito, ignorância e animosidade intencional. Este livro é uma tentativa de fornecer uma avaliação mais equilibrada, e examinar o socialismo ao estilo da RDA em termos do que podemos aprender com ele. Os autores, sem ignorar as reais deficiências da sociedade da RDA, enfatizam os muitos aspectos positivos e demonstram que formas alternativas de organização da sociedade são possíveis.

Este volume é a primeira edição em língua portuguesa de um texto publicado originalmente como um livreto, em 2009, e posteriormente ampliado em 2015, escrito por John Green e Bruni de la Motte. O autor é inglês de nascimento, mas viveu por muitos anos na RDA, atuando posteriormente como repórter para a televisão estatal da Alemanha Oriental em solo britânico e ainda tendo o privilégio de cobrir a Revolução dos Cravos em 1974; já a autora é ela própria natural da Alemanha Oriental, tendo se graduado em Literatura Inglesa na universidade de Potsdam, residindo na Grã Bretanha desde a década de 90, onde atua em meio ao movimento sindical. Sem anticomunismo barato e com muita seriedade, o livro discorre sobre a constituição da RDA em um Estado separado, o funcionamento da sociedade e quais valores determinavam a vida cotidiana dos seus cidadãos – bem como aborda aquilo que aconteceu após a unificação, especialmente no terreno da economia. Embora a unificação tenha proporcionado aos alemães orientais acesso a uma sociedade mais rica, à liberdade de viajar pelo mundo e uma relativa descentralização política, também trouxe consigo desemprego, colapso social e perda de esperança, especialmente nas áreas rurais, antes prósperas.

Autores: Bruni de la Motte e John Green

Tradução: Konrado Leite

Capa: Bruno Santana

Descrição

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL – ENTREGAS A PARTIR DO FIM DE JANEIRO]

Muito se escreveu sobre o quão terrível a República Democrática Alemã supostamente era: um povo aprisionado por um muro e subjugado por um onipresente aparelho de segurança da Stasi. Essas descrições se baseiam amplamente em preconceito, ignorância e animosidade intencional. Este livro é uma tentativa de fornecer uma avaliação mais equilibrada, e examinar o socialismo ao estilo da RDA em termos do que podemos aprender com ele. Os autores, sem ignorar as reais deficiências da sociedade da RDA, enfatizam os muitos aspectos positivos e demonstram que formas alternativas de organização da sociedade são possíveis.

Este volume é a primeira edição em língua portuguesa de um texto publicado originalmente como um livreto, em 2009, e posteriormente ampliado em 2015, escrito por John Green e Bruni de la Motte. O autor é inglês de nascimento, mas viveu por muitos anos na RDA, atuando posteriormente como repórter para a televisão estatal da Alemanha Oriental em solo britânico e ainda tendo o privilégio de cobrir a Revolução dos Cravos em 1974; já a autora é ela própria natural da Alemanha Oriental, tendo se graduado em Literatura Inglesa na universidade de Potsdam, residindo na Grã Bretanha desde a década de 90, onde atua em meio ao movimento sindical. Sem anticomunismo barato e com muita seriedade, o livro discorre sobre a constituição da RDA em um Estado separado, o funcionamento da sociedade e quais valores determinavam a vida cotidiana dos seus cidadãos – bem como aborda aquilo que aconteceu após a unificação, especialmente no terreno da economia. Embora a unificação tenha proporcionado aos alemães orientais acesso a uma sociedade mais rica, à liberdade de viajar pelo mundo e uma relativa descentralização política, também trouxe consigo desemprego, colapso social e perda de esperança, especialmente nas áreas rurais, antes prósperas.

Autores: Bruni de la Motte e John Green

Tradução: Konrado Leite

Capa: Bruno Santana

Informação adicional

Peso 0.380 kg
Dimensões 14 × 21 × 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Estado policial ou paraíso socialista? A República Democrática Alemã e o que aconteceu com ela”