O futuro de uma esquerda sem futuro

Por Silvia Ramos Bezerra e Joelton Nascimento

Por uma esquerda sem futuro é uma provocação instigante. O curto ensaio de TJ Clark lança-nos a questão tão atual no Brasil contemporâneo, pois, para o autor, “o uso (…) da palavra esquerda remete, claro, a uma tradição política Continue lendo…

Alfred Sohn-Rethel e a falsa consciência necessária

Por Daniel Tutt, via Spirit is a Bone, traduzido por Daniel Fabre

Professor da Marymount University, Daniel Tutt, aborda o conceito de falsa consciência necessária do filosofo marxista do século XX Alfred Sohn-Rethel. Este em sua obra-prima – Trabalho Intelectual e Manual Continue lendo…

Dois apontamentos sobre criminologia e marxismo

“Deixando o domínio do crime privado, tomando o mercado mundial, será que as nações mesmo existiriam, se não fosse o fato dos crimes nacionais?”

O tema da criminalidade aparece pela primeira vez na obra de Marx em seu texto de juventude sobre a criminalização da coleta da lenha na Alemanha. As entrelinhas de sua crítica da concepção idealista do crime são o ponto de partida dos dois textos publicados abaixo. Continue lendo…

A ideologia do contrato de trabalho

Entrevista a Gustavo Seferian, por Gabriel Landi Fazzio.

Militante e advogado trabalhista, Gustavo Seferian desenvolve em seus estudos uma reflexão marxista sobre o direito do trabalho – e uma crítica ideológica das ofensivas neoliberais contra o mesmo. Entrevistado, o pesquisador debate o avanço das formas de terceirização, o mito da “inspiração fascista” da CLT e a posição da classe trabalhadora frente ao direito do trabalho, nos tempos atuais.

Continue lendo…

Capital sem Capitalismo (Parte II)

Por Sandino Nuñez, traduzido por Daniel Fabre.

Sandino Andres Nuñez é um importante filósofo e escritor latino-americano, pouco conhecido no Brasil. Especializado em epistemologia e filosofia da ciência pela Universidad de la Republica, o autor investiga a possibilidade de crítica da cultura contemporânea, identificando nela o caráter a-simbólico do capitalismo tardio. Busca ainda revitalizar a teoria do sujeito e a psicanálise, colocando a subjetividade como uma ferramenta da socialização política.

Continue lendo…

Capital sem Capitalismo (parte I)

Por Sandino Nuñez, traduzido por Daniel Fabre.

Sandino Andres Nuñes é um importante filosofo e escritor latino-americano, pouco conhecido no Brasil. Especializado em epistemologia e filosofia da ciência pela Universidad de la Republica, o autor investiga a possibilidade de crítica da cultura contemporânea, identificando nela o caráter a-simbólico do capitalismo tardio. Busca ainda revitalizar a teoria do sujeito e a psicanálise, colocando a subjetividade como uma ferramenta da socialização política.

Continue lendo…

Étienne Balibar: “Um período de intenso debate acerca da filosofia marxista”

Por Jérôme Skalski, via Humanité, traduzido por Daniel Alves Teixeira.

Em entrevista ao Humanité, Étienne Balibar aborda o pensamento de Louis Althusser relatando a efervescência do mundo intelectual e político francês dos anos 60 e 70, onde um marxismo revigorado permeava os debates partidários e acadêmicos. Autor do estudo “Sobre os conceitos fundamentais do materialismo histórico” publicado no renomado Ler o Capital em 1965, o filósofo afirma ainda a necessidade de uma crítica do capitalismo que esteja a altura das exigências do presente.

Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑