A crítica marxista aos keynesianismos

Por Rolando Astarita, via Universidad Nacional de Quilmes Editorial , traduzido por Ana Carolina Hengles

Capítulo 11 do livro “Keynes, poskeynesianos y keynesianos neoclássicos: apuntes de economía política”, de Rolando Astarita. Continue lendo “A crítica marxista aos keynesianismos”

Anúncios

Uma teoria completa sobre as crises econômicas capitalistas? Considerações sobre o trabalho de Sam Williams

Por Terry Coggan, via James Robb, traduzido por Augusto Ribeiro Silva

Um dos aspectos mais úteis da obra de Williams é desmistificar a ideia, compartilhada implicitamente por alguns marxistas, de que o ouro foi desmonetizado. Ele faz isso descrevendo extensivamente a natureza e o papel das duas outras formas de dinheiro, o dinheiro fiduciário e o dinheiro creditício, e mostrando que o próprio fato de haver leis econômicas que limitam a quantidade dessas duas formas de dinheiro que podem ser criadas é prova de que enquanto elas podem representar a mercadoria-dinheiro ouro em circulação, nenhuma das duas pode substituí-la. Continue lendo “Uma teoria completa sobre as crises econômicas capitalistas? Considerações sobre o trabalho de Sam Williams”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑