A luta de classes no Brasil: balanço da campanha de Guilherme Boulos

Por Jones Manoel

Este será o primeiro escrito de uma série sobre a luta de classes no Brasil, a crise da Nova República e a aceleração radical na criação de um novo padrão de dominação política, representada pela eleição do neofascista Jair Bolsonaro. Pretendo escrever quatro textos. Cada um pode ser lido separadamente, pois terão focos diferentes, mas os quatro vão se completar num quadro mais amplo e com pretensões totalizantes na análise da dinâmica política brasileira. Continue lendo “A luta de classes no Brasil: balanço da campanha de Guilherme Boulos”

Anúncios

Duas táticas e uma mesma estratégia: do ‘Manifesto de Agosto de 1950’ à ‘Declaração de Março de 1958

Por Anita Leocadia Prestes, via PCB

Neste artigo, Anita Leocadia Prestes (professora do Programa de Pós-graduação em História Comparadada (PPGHC) da UFRJ) apresenta seu balanço crítico do etapismo brasileiro, que marcou a política do PCB antes de sua Reconstrução Revolucionária Continue lendo…

A “proletarização” do PCB: pequena crônica de um golpe burocrático (1930-1934)

Por Alvaro Bianchi, via Blog Junho.

No final dos anos 1920 o jovem Partido Comunista do Brasil (PCB) começava a romper seu isolamento político. O percurso não havia deixado de ser acidentado. A direção do partido era inexperiente, tinha agudos traços burocráticos e uma forte tendência ao alinhamento automático com a fração stalinista na Internacional Comunista. Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑