O conceito de trabalho produtivo: nota metodológica

Por Ruy Mauro Marini, via Marxists.org, traduzido por Igor Oje

Escrito originalmente em espanhol e extraído postumamente do arquivo de Ruy Mauro Marini, este texto foi publicado primeiramente em “Los restos de la globalización: ensayos”. Caracas: UNESCO, 1998, p.153-163. * Continue lendo “O conceito de trabalho produtivo: nota metodológica”

Apontamentos sobre a reprodução da classe no capitalismo dependente: da crítica feminista à superexploração do trabalho

Por Elisabeth Zorgetz Loureiro

Ao contrário de uma expansão em etapas relativamente definidas para uma ampla proletarização do mundo, em termos do trabalho assalariado, fabril ou formal – em que o desenvolvimento das forças produtivas invariavelmente se expandiria a todos os recantos do mundo em suas contradições e oportunidades para a classe trabalhadora –, o desenvolvimento capitalista indicou, desde o final do século XX, a desorganização desta classe Continue lendo “Apontamentos sobre a reprodução da classe no capitalismo dependente: da crítica feminista à superexploração do trabalho”

Acerca do Estado na América Latina

Por Ruy Mauro Marini, traduzido por Gabriel Landi Fazzio. Fonte: Aquivo de Ruy Mauro Marini, com a anotação “Intervenção no Congresso de ALAS, Havana, 1991. Versão definitiva, publicada en Memoria del Congreso, N. Sociedad”. (Também aparece no arquivo como: Três observações sobre o Estado na América Latina).

Em relação ao tema do qual nos ocupamos: a emergência de uma nova ordem estatal na América Latina, me referirei a três questões principais. A primeira tem a ver com os modos de participação da sociedade nas estruturas e no exercício do poder, ou seja, com a democracia. Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑