Etiqueta: Slavoj Zizek

O vírus corona e o espectro comunista

Por Pedro Mauad* No exato momento em que começo a escrever este texto (02 de Abril de 2020) o ‘coronavírus’ já infectou mais de um milhão de pessoas e matou mais de cinquenta mil em todo o mundo. São poucos os países em que não há nenhum caso confirmado, algo em torno de 30 de

Leia mais »

Corpo e Despossessão: A Pedagogia do Medo em Hollywood

Por Anielson Ribeiro Como visto, a produção da consciência da mulher é extremamente precária, uma vez que a percepção alienada do seu corpo impede que o reconheça como constitutivo de sua própria formação ontológica, por decorrência de um longo processo histórico de disciplina e de dispositivos sociais de despossessão. Isso acarretará diversas problemáticas, proibições e

Leia mais »

O guia de sobrevivência da quarentena de Slavoj Žižek: prazeres culposos, Assassinos de Valhalla e finja que isso é apenas um jogo.

Por Slavoj Žižek, via RT, traduzido por Victor Pimentel Para lidar com a pressão mental durante a pandemia de coronavírus, minha primeira regra é que esse não é o momento para buscar autenticidade espiritual. Sem qualquer constrangimento – assuma todos os pequenos rituais que estabilizam sua vida cotidiana.

Leia mais »

Políticas do coronavírus

Por David Pavón-Cuéllar, via Revolución news, traduzido por Thales Fonseca Em lugar de reduzir o coronavírus ao que não é, ao significado que lhe é atribuído ou à utilização que lhe é dada, podemos reconhecer nele simplesmente o que é e, assim, analisar como pode ser utilizado e significado.

Leia mais »

Uma esquerda que não respira ar puro

Por Thales Fonseca “Aqui, para entender este ponto, é interessante retomar brevemente a ideia de que a existência de uma esquerda comunista no Brasil não passa (infelizmente) de uma fantasia paranoica e cínica. Isso implica em afirmar que o bolsonarismo é, entre outras coisas, a expressão máxima da ideologia cínica em terras brasileiras, em que

Leia mais »

Os braços abertos “humanitários” dos liberais não são uma solução para a crise dos migrantes; mudanças econômicas radicais são necessárias

Por Slavoj Zizek, via RT, traduzido por Daniel Alves Teixeira Os apelos dos liberais para “abrirmos nossos corações” para imigrantes de países pobres estão ligados à manutenção do status quo no mundo capitalista. A solução é uma mudança radical no sistema econômico global que incentiva a migração.

Leia mais »