Etiqueta: Alain Badiou

A filosofia deve enfrentar o amor e a felicidade

Por Alain Badiou, via Regards, traduzido por Daniel Alves Teixeira. Esta é a tradução de uma entrevista do filósofo francês Alain Badiou realizada em função do lançamento de seu livro “Metaphisique du Bonheur Reel” (editora PUF, 2015), em que realiza uma análise acerca da concepção atual de felicidade. Para ele, a felicidade estaria em nossos

Leia mais »

“Falta um presente – a menos que a multidão se declare”: Alain Badiou sobre Ucrânia, Egito e finitude

Por Alain Badiou, traduzido por Diogo Fagundes, via o seminário “Imanência das Verdades (2013-14)” do filósofo francês. Trata-se da sessão do dia 12 de março de 2014. Direi mais uma vez que acho que a figura fundamental da opressão contemporânea é a finitude. O eixo estratégico deste seminário é fornecer os meios para uma crítica

Leia mais »

Sobre a Carnificina – Notas sobre o documentário American Dharma

Por Julio Tude d´Avila Steve Bannon chama de Dharma “uma combinação de dever, fé e destino”. Descobrir o Dharma de seu povo seria uma de suas virtudes como pensador político. Por pouco menos de duas horas, ele se senta com Errol Morris, discorre sobre sua visão de mundo e fornece uma das experiências mais vívidas

Leia mais »

Entrevista exclusiva com Alain Badiou

Entrevista por Marcelo Bamonte e Diogo Fagundes. Somente a luta revolucionária liberta os povos. Tomado e moldado em meio ao confronto prático, o filósofo francês Alain Badiou, 84, segue refletindo sobre as especificidades e totalidades do sistema do capital, que deve ser derrotado. “Hoje, um homem pode ter riqueza igual à de vários milhões de

Leia mais »

A filosofia não é um diálogo

Por Slavoj Žižek, traduzido por Thales Fonseca Dificilmente se produzirá um diálogo entre nós[1], posto que em linhas gerais somos da mesma opinião. Porém, poderia ser isso – para começar com uma provocação – um sinal da verdadeira filosofia? Sou da mesma opinião que Badiou quando sublinha, seguindo Platão, que a filosofia é axiomática e

Leia mais »

Neopentecostalismo como Gramática Neoliberal de Sofrimento

Por Christian Ingo Lenz Dunker, Rodrigo Gonsalves e Ivan Estevão, via CT&T: Continental Thought and Theory Introdução O presente artigo pretende fazer uma leitura do neopentecostalismo brasileiro, emergente nas décadas de 2000-2019, considerando processos atinentes à psicologia das massas, identificações e fantasias ideológicas descritos a partir da psicanálise. Tais processos engendram o que chamamos de

Leia mais »