Etiqueta: História

Possibilidade Revolucionária

 Por Henry Farrell, via Jacobin, traduzido por Leandro Machado Outubro, o novo livro de China Miéville, descreve a Revolução de Outubro como um momento de possibilidade. Nas páginas de encerramento, Miéville explica porque ele escreveu o livro, apesar das conseqüências da revolução.

Leia mais »

Arte como desvão dialético entre o homem e a História – Considerações sobre o filme “Only Lovers Left Alive” de Jim Jarmusch

Por Marcia Fontes, Mestre em filosofia pela UNICAMP e professora no IFS Como toda obra alegórica, Only Lovers Left Alive (2014) de Jim Jarmusch é uma obra aberta em sua potência e significados. O diretor se apropria da temática de filme de vampiro muito mais pela ideia de como estes seres podem representar o espelho

Leia mais »

Sobre a Revolução Russa de Outubro de 1917

Por Alain Badiou, via Verso Books, traduzido por Rodrigo Gonsalves. Eu gostaria de enfatizar um ponto que parece ter sido esquecido hoje em dia, depois do aparente triunfo do capitalismo em escala global: A Revolução Russa de 1917 foi evento sem precedentes na história da espécie humana.

Leia mais »

Da lama ao caos: uma radiografia do golpe de 2016

Por João Miranda O contexto político atual, para além dos debates mais imediatos, vem demandando análises sobre seu significado histórico para o país. E para entendermos o conjunto de fatores que formam o processo sócio-histórico que ensejou no Brasil em 2016

Leia mais »

A “economia política” do ensino de História: a batalha no presente pelo futuro

Por Cristina Silva O ensino de História é um produto cotidiano de disputas não somente pelo passado, mas principalmente pelo futuro. Forjado além de planos pedagógicos ou discussões institucionais, o espaço escolar carrega a função de socializar de acordo signos construídos em meios às contradições de disputas que transpassam nossa estrutura de organização social e

Leia mais »

Notas sobre “O socialismo jurídico”

Por Fernando Pereira A presente nota analisa a questão das transformações revolucionárias e a possibilidade delas ocorrerem por meios jurídicos e pacíficos, sob a luz da crítica de Engels e Kautsky à obra “O socialismo jurídico”, de Anton Menger, que defendia a possibilidade de se implantar o socialismo por meios legais.

Leia mais »