Nossa luta para derrotar o governo fascista em meio ao avanço das contradições interimperialistas

Por Leonardo Péricles e Wanderson Pinheiro*

Em uma recente sequência cinematográfica, cada vez mais medíocre, se fantasia sobre a possibilidade de um mundo em que uma raça de macacos “hominizados” tomaria o lugar do atual “homo sapiens”, relegado então a um neoselvagismo primitivo. [1] A causa desse hipotético transtorno o constituiria como um desdobramento da agressividade humana, uma falta de controle sobre os recursos técnicos e, portanto, uma irresponsável autodestruição do gênero humano. Continue lendo “Nossa luta para derrotar o governo fascista em meio ao avanço das contradições interimperialistas”

Os braços abertos “humanitários” dos liberais não são uma solução para a crise dos migrantes; mudanças econômicas radicais são necessárias

Por Slavoj Zizek, via RT, traduzido por Daniel Alves Teixeira

Os apelos dos liberais para “abrirmos nossos corações” para imigrantes de países pobres estão ligados à manutenção do status quo no mundo capitalista. A solução é uma mudança radical no sistema econômico global que incentiva a migração. Continue lendo “Os braços abertos “humanitários” dos liberais não são uma solução para a crise dos migrantes; mudanças econômicas radicais são necessárias”

Humanismo Socialista?

Por Herbert Marcuse, via Marxists.org, traduzido por Matheus Motta

Quase vinte anos atrás, Merleau-Ponty levantou a questão do humanismo socialista com clareza intransigente. A construção de uma sociedade socialista no dado período histórico é uma possibilidade real? Ele rejeitou a alternativa do humanismo e do terror: não há escolha entre violência e não violência, mas apenas entre duas formas de violência – capitalista e socialista. Continue lendo “Humanismo Socialista?”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑