Etiqueta: Hungria

O Fascismo Alemão e Hegel

Por Georg Lukács, originalmente em Schicksalswende, [Pontos de virada do destino] Aufbau Verlag, Berlin, 1956, traduzido por Marie Farines Esse texto é tradução do ensaio de Georg Lukács: Der deutsche Faschismus und Hegel (1943). Ele ocupa as páginas 29 à 49 da coletânea: Georg Lukács, Schicksalswende, [Pontos de virada do destino] Aufbau Verlag, Berlin, 1956.

Leia mais »

O Indivíduo e a História

Por Karel Kosik, tradução de Willians Meneses da Silva, revisão técnica de Filipe Boechat O presente trabalho, publicado originalmente em L’Homme et la societé, n. 9, julho-setembro de 1968, Paris, foi traduzido para o espanhol por Fernando Crespo, Editorial Almagesto, Buenos Aires, 1991. A tradução para o português, que ora vem a público, feita a partir

Leia mais »

As verdadeiras lições do levante de 1956 na Hungria

Por Jon Britton, via Liberation School, traduzido por Bruno Santana As raízes da rebelião pode ser remontada ao modo como o capitalismo se enraizou na Hungria após a Segunda Guerra Mundial. Enquanto a derrota da Alemanha nazista abriu as portas para um número de revoluções vitoriosas lideradas pelos movimentos comunistas no leste europeu, como na

Leia mais »