Possibilidades lenineanas para uma Paidéia Comunista

Por Antonio Carlos Mazzeo, in “Lenin: Teoria e Prática Revolucionária

A centralidade de classe como elemento de organização de uma nova hegemonia cultural e cosmológica é a maior herança que o maior revolucionário do século XX nos legou. Concordando ou não, essa herança e essas reflexões constituem o fundamento Continue lendo…

Anúncios

O fim da organização

Por CEII – Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia

Este é um dos textos apresentados durante o colóquio “Psicanálise e Hipótese Comunista”, realizado pelo CEII – Círculo de Estudo da Ideia e da Ideologia em parceria com o Laboratório de Psicanálise e Sociedade, ocorrido em 13 de Maio Continue lendo…

A espontaneidade na revolução espanhola

Por Enric Mompó*, via O Olho da História, traduzido por Jorge Nóvoa.

81 anos após a insurreição que estabeleceu a chamada Comuna de Astúrias, um debate sobre a relação entre espontaneismo e organização consciente pode ajudar a entender as raízes de seu fracasso. Tal tipo de análise, iniciada com Marx em seu estudo da Comuna de Paris, permite à esquerda se orientar pelos acertos e erros das experiências do passado.  Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑