Etiqueta: Patriarcado

Identitarismo, mudando tudo para manter tudo como está

Por Rodolpho Borges[1] Vira e mexe voltamos no assunto do identitarismo e da representatividade. Não à toa que isso já virou até um negócio lucrativo. Vamos tratar dessas coisas numa abordagem que seja pouco (ou nada) lucrativa, mas sim, contestadora.

Leia mais »

Moschkovich nos ofereceu bons resultados advindos de uma boa operação do materialismo histórico dialético

Por Eduardo Borges* As teses de Marília Moschkovich** publicada no blog da Boitempo[1] por um lado parecem estar corretas quando analisamos os desdobramentos argumentativos de todo o texto, no que tange a articulação da dialética marxista, isto é, tomando como premissa que em última instancia é o momento subjetivo ou melhor, teleológico da classe em

Leia mais »

A compreensão marxista sobre as raízes da opressão LGBTQ

Por Partido pelo Socialismo e pela Libertação, via Liberation School, traduzido por Igor Galvão e Julia Andrade O capitalismo, com a preservação de normas machistas tanto em sua base econômica e quanto através da cultura, é um obstáculo para a verdadeira emancipação. Hoje, a luta pelo socialismo inclui construir um forte movimento democrático por direitos,

Leia mais »

Sintomas de uma ausência (danos da moral e política patriarcais)

Por Daniel Santos da Silva Se você é pobre é vulnerável, se você é mulher é ainda mais vulnerável.  Como se o sistema não se conformasse em agredi-las pelo que são e se desse a macabra tarefa de eliminá-la. Quer dizer, já não é mais apenas objeto de assédio e violência sexual.

Leia mais »

És tu pro

Por Clarisse Gurgel Situando o estupro como um ato nem só biológico, nem somente simbólico, somos levados a destrinchar algo que envolve uma pulsão. Assim compreendendo, seremos levados a considerar uma dimensão também não somente biológica, nem somente simbólica, na forma do sonho e na forma da mercadoria.

Leia mais »

Marx e a opressão da vida burguesa

Por Camila Koenigstein “Três dos quatro casos de suicídio mencionados nos excertos se referem a mulheres vítimas do patriarcado ou, nas palavras de Peuchet/Marx, da tirania familiar, uma forma de poder arbitrário que não foi derrubada pela Revolução Francesa”.

Leia mais »

O outro 8 de março: lembrar é resistir

Por Betto della Santa*, via Blog Convergência. No dia 8 de março de 1857, trabalhadoras fabris de uma indústria têxtil de Nova Iorque, em greve e ocupação pela diminuição da jornada de trabalho, foram trancadas. A fábrica foi incendiada pelos patrões, provocando-se assim a morte de 129 operárias.

Leia mais »

Nadezhda Krupskaya: A emancipação da mulher segundo Lenin

Por Nadezhda Konstantinovna Krupskaya*, via Marxists.org, traduzido por Gabriel Landi Fazzio. Militante marxista engajada na fundação do partido social-democrata russo desde 1894, Krupskaya se casa com Lenin quatro anos depois, na Sibéria, quando ambos se encontram presos por suas atividades política.

Leia mais »