A emancipação das mulheres e a revolução proletária - V. I. Lênin

R$40,00

“A experiência de todos os movimentos de libertação atesta que o êxito de uma revolução depende do grau em que dela participam as mulheres.”

Uma coletânea reunindo as principais intervenções de Lênin a respeito da opressão feminina e o papel de vanguarda reservado à mulher proletária na luta revolucionária pelo socialismo e pela emancipação. São 33 excertos selecionados e anotados, municiando a militância radical para um duplo combate:

Por um lado, para a luta ideológica contra o liberalismo, que acusa o marxismo-leninismo de ter negligenciado a luta das mulheres, oferecendo como alternativa ao socialismo científico um feminismo liberal e desprovido de qualquer anticapitalismo. Por outro lado, para o combate ao marxismo vulgar, que considera toda e qualquer reivindicação feminista como um desvio “identitário”, ignorando a longa história de luta do movimento comunista (em especial de suas seções femininas) contra o chauvinismo masculino. Pois, como dizia Lênin:

“O trabalho de agitação e de propaganda entre as mulheres, a difusão do espírito revolucionário entre elas, são considerados problemas ocasionais, tarefas que cabem unicamente às companheiras. Isso é mal, muito mal. É separatismo puro e simples! O que é que está na base dessa atitude equivocada? Em última análise, trata-se de uma subestimação da mulher e de seu trabalho. Infelizmente, ainda pode dizer-se de muitos camaradas: ‘Raspa um comunista e encontrarás um filisteu!’ Evidentemente, deve-se raspar no ponto sensível: em sua concepção sobre a mulher.”

Descrição

“A experiência de todos os movimentos de libertação atesta que o êxito de uma revolução depende do grau em que dela participam as mulheres.”

Uma coletânea reunindo as principais intervenções de Lênin a respeito da opressão feminina e o papel de vanguarda reservado à mulher proletária na luta revolucionária pelo socialismo e pela emancipação. São 33 excertos selecionados e anotados, municiando a militância radical para um duplo combate:

Por um lado, para a luta ideológica contra o liberalismo, que acusa o marxismo-leninismo de ter negligenciado a luta das mulheres, oferecendo como alternativa ao socialismo científico um feminismo liberal e desprovido de qualquer anticapitalismo. Por outro lado, para o combate ao marxismo vulgar, que considera toda e qualquer reivindicação feminista como um desvio “identitário”, ignorando a longa história de luta do movimento comunista (em especial de suas seções femininas) contra o chauvinismo masculino. Pois, como dizia Lênin:

“O trabalho de agitação e de propaganda entre as mulheres, a difusão do espírito revolucionário entre elas, são considerados problemas ocasionais, tarefas que cabem unicamente às companheiras. Isso é mal, muito mal. É separatismo puro e simples! O que é que está na base dessa atitude equivocada? Em última análise, trata-se de uma subestimação da mulher e de seu trabalho. Infelizmente, ainda pode dizer-se de muitos camaradas: ‘Raspa um comunista e encontrarás um filisteu!’ Evidentemente, deve-se raspar no ponto sensível: em sua concepção sobre a mulher.”


Editora: LavraPalavra Editorial

Paginação: 160

Tradução: Mariângela de Sousa Marques

Prefácio: Marianna Rodrigues Vitório

Capa: Raíssa Oliveira

Revisão: Giovana Aranda Silva

Sumário:

PREFÁCIO À EDIÇÃO BRASILEIRA – p. 9

PREFÁCIO À EDIÇÃO RUSSA – p. 21

EXCERTOS DE O DESENVOLVIMENTO DO CAPITALISMO NA RÚSSIA – p. 35

EXCERTOS DE PROJETO DE PROGRAMA DO PARTIDO OPERÁRIO SOCIAL-DEMOCRATA RUSSO – p. 41
EXCERTO DE AS LIÇÕES DA INSURREIÇÃO DE MOSCOU – p. 45
EXCERTO DE CONGRESSO DA INTERNACIONAL SOCIALISTA EM STUTTGART – p. 47
EUROPEUS CIVILIZADOS E ASIÁTICOS SELVAGENS – p. 53
UMA GRANDE CONQUISTA TÉCNICA – p. 55
CAPITALISMO E TRABALHO FEMININO – p. 59
A CLASSE OPERÁRIA E O NEOMALTHUSIANISMO – p. 63
QUINTO CONGRESSO INTERNACIONAL CONTRA A PROSTITUIÇÃO – p. 69
PEQUENA PRODUÇÃO NA AGRICULTURA – p. 71
CARTA PARA INESSA ARMAND (17/01/1915) – p. 75
CARTA PARA INESSA ARMAND (24/01/1915) – p. 79
EXCERTO DE UMA CARICATURA DO MARXISMO E O ECONOMICISMO IMPERIALISTA – p. 83
EXCERTO DE TAREFAS DOS ZIMMERWALDISTAS DE ESQUERDA NO PARTIDO SOCIAL-DEMOCRATA SUÍÇO – p. 87
EXCERTO DE OS OBJETIVOS DO PROLETARIADO NA NOSSA REVOLUÇÃO – p. 89
EXCERTO DE MATERIAIS RELACIONADOS À REVISÃO DO PROGRAMA DO PARTIDO – p. 91
EXCERTO DE CONSERVARÃO OS BOLCHEVIQUES O PODER DE ESTADO? – p. 99
DISCURSO NO PRIMEIRO CONGRESSO DE OPERÁRIAS DE TODA A RÚSSIA – p. 109
EXCERTO DE PROJETO DE PROGRAMA DO PCR(B) – p. 113

EXCERTO DE UM GRANDE COMEÇO: O HEROÍSMO DOS OPERÁRIOS NA RETAGUARDA. A PROPÓSITO
DOS “VOLUNTÁRIOS DOS SÁBADOS COMUNISTAS” -p. 115
AS TAREFAS DO MOVIMENTO OPERÁRIO FEMININO NA REPÚBLICA SOVIÉTICA – p. 119
O PODER SOVIÉTICO E A SITUAÇÃO DAS MULHERES – p. 129
AO COMITÊ POLÍTICO DO CONGRESSO DE MULHERES DA PROVÍNCIA DE PETROGRADO – p. 135
SOBRE O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES TRABALHADORAS – p. 139
SAUDAÇÃO À CONFERÊNCIA DOS DEPARTAMENTOS DE MULHERES DAS PROVÍNCIAS DE TODA A RÚSSIA
(AO PRESIDIUM DA CONFERÊNCIA DAS CHEFES DOS DEPARTAMENTOS DE MULHERES DAS PROVÍNCIAS DE TODA A RÚSSIA) – p. 143
O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES TRABALHADORAS – p. 145
SAUDAÇÃO À CONFERÊNCIA DE REPRESENTANTES DOS DEPARTAMENTOS DE MULHERES DOS POVOS DAS
REGIÕES E REPÚBLICAS DO ORIENTE SOVIÉTICO – p. 149
EXCERTO DE O QUARTO ANIVERSÁRIO DA REVOLUÇÃO DE OUTUBRO – p. 151
EXCERTO DE SOBRE O SIGNIFICADO DO MATERIALISMO MILITANTE – p. 155
À CONFERÊNCIA DE MULHERES TRABALHADORAS E CAMPONESAS SEM-PARTIDO DA PROVÍNCIA E DA CIDADE DE MOSCOU – p. 159

Informação adicional

Peso 0.201 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A emancipação das mulheres e a revolução proletária – V. I. Lênin”