Marx, expropriações e capital monetário – notas para o estudo do imperialismo tardio

Por Virgínia Fontes*, via O comuneiro

O descompasso entre capital fictício e capital efetivamente respaldado no processo de reprodução ampliada do valor se aprofunda com o predomínio do capital monetário, o que vem fomentando recorrentes crises capitalistas na atualidade. Continue lendo “Marx, expropriações e capital monetário – notas para o estudo do imperialismo tardio”

Crédito, produção e mudança estrutural: por que os comunistas devem entender de finanças e tecnologia

Por Edemilson Paraná

Uma de minhas passagens preferidas ao longo de todo o trabalho de Marx (e, nesse caso, de Engels) é um trecho do Manifesto do Partido Comunista que diz o seguinte: Continue lendo “Crédito, produção e mudança estrutural: por que os comunistas devem entender de finanças e tecnologia”

Navegando Marx na era de Trump

Entrevista de David Harvey por Davis Richardson, via Observer, traduzido por Daniel Alves Teixeira

Este outono marca o 150º aniversário da publicação do Capital de Karl Marx. Em sua série inovadora, Marx definiu de forma célebre o capital como valor em movimento, arquitetando todo um campo de estudo para a compreensão da economia, das relações sociais e das instituições que estruturam a desigualdade maciça. Continue lendo “Navegando Marx na era de Trump”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑