Chile: O golpe contra o governo popular

Por Edward Boorstein, traduzido por Ana Carolina Hengles

Em artigo de 1974 publicado pela UNAM no México, o economista estadunidense Boorstein que foi assessor do governo de Allende no Chile avalia com detalhes o então recente golpe militar de onze de setembro e a derrocada do projeto de criação do socialismo pela via democrática com a Unidad Popular.

Continue lendo “Chile: O golpe contra o governo popular”

Das Greves de Mulheres para um Novo Movimento de Classe: A Terceira Onda Feminista

Por Cinzia Arruzza, via Viewpoint Magazine, traduzido por Ohana Meira

Essas greves, assim como as greves transnacionais do 8 de março, e em particular as greves argentinas e espanholas, são lutas de classes feministas. O movimento feminista está se tornando cada vez mais um processo de formação de uma subjetividade de classe com características específicas: imediatamente antiliberal, internacionalista, antirracista, obviamente feminista e tendencialmente anticapitalista, em excesso e em tensão com respeito às instituições tradicionais da esquerda e suas práticas. Naturalmente, esse processo não é o mesmo em cada país e é definitivamente mais avançado em alguns países do que em outros. E, no entanto, se considerarmos o movimento como um todo, é esse aspecto que representa sua maior novidade e incorpora as potencialidades mais interessantes. Continue lendo “Das Greves de Mulheres para um Novo Movimento de Classe: A Terceira Onda Feminista”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑