Etiqueta: Ontologia

Entre Marx, marxismo e marxismos: leituras da teoria de Marx

Por Ingo Elbe, via Viewpoint, traduzido por Reginaldo Gomes e Romulo Cassi A presente tradução do texto “Zwischen Marx, Marxismus und Marxismen – Lesarten der Marxschen Theorie” de Ingo Elbe tem como base sua tradução para o inglês, publicada na Viewpoint, com acréscimos textuais decorrentes do amplo cotejamento com o original em alemão, no qual

Leia mais »

A filosofia entre a matemática e a poesia

por Alain Badiou, traduzido por Diogo Fagundes a partir de “Badiou par Badiou” (2021, PUF) O texto a seguir é a tradução da segunda parte do livro “Badiou par Badiou”. Este livro é constituído de três textos distintos – dos quais selecionamos apenas o segundo –, apresentados de forma oral a estudantes de liceus, equivalentes ao

Leia mais »

Biopolítica, sexualidade e o inconsciente.

Por Alenka Zupančič via Paragraph*, traduzido por Rodolfo Rodrigues. Este artigo trata da forma como Michel Foucault introduziu pela primeira vez a noção de ‘biopolítica’ por meio do quadro referencial da sexualidade e da psicanálise. Ele se concentra no conceito que está totalmente ausente na leitura foucaultiana, em História da Sexualidade, a respeito da leitura

Leia mais »

Mentalismo histórico-dialético? Em torno de uma passagem d’O Capital

Por João Henrique Lima Almeida “Pressupomos o trabalho numa forma em que ele diz respeito unicamente ao homem. Uma aranha executa operações semelhantes às do tecelão, e uma abelha envergonha muitos arquitetos com a estrutura de sua colmeia. Porém, o que desde o início distingue o pior arquiteto da melhor abelha é o fato de que

Leia mais »

Filosofia e desejo de filosofia

Por Alain Badiou, traduzido por Daniel Alves Teixeira, trata-se do Capítulo 2 do livro Metafísica da Felicidade Real, editora PUF, Paris, 2015. Como muitos leitores o sabem – Rancière e seus amigos deram uma vez esse título a bela revista que eles haviam fundado -, Rimbaud utiliza uma estranha expressão: “as revoltas lógicas”. A filosofia

Leia mais »

Respostas por Alenka Zupančič

Por Alenka Zupančič, via European Journal of Psychoanalysis, traduzido por Daniel Alves Teixeira. Alenka Zupančič é uma filósofa eslovena cujo trabalho se concentra na psicanálise e sua relação com a filosofia continental.

Leia mais »

O Fascismo Alemão e Hegel

Por Georg Lukács, originalmente em Schicksalswende, [Pontos de virada do destino] Aufbau Verlag, Berlin, 1956, traduzido por Marie Farines Esse texto é tradução do ensaio de Georg Lukács: Der deutsche Faschismus und Hegel (1943). Ele ocupa as páginas 29 à 49 da coletânea: Georg Lukács, Schicksalswende, [Pontos de virada do destino] Aufbau Verlag, Berlin, 1956.

Leia mais »

Para um novo conceito de existência

Por Alain Badiou, via SubSense, traduzido por Daniel Alves Teixeira Esta noite não vou me engajar em nenhum tipo de crítica. Em vez disso, eu pretendo propor um novo conceito de existência.

Leia mais »