Salariados e corporativismo

Por Suzanne de Brunhoff

No início do “plano de austeridade” na França, em 1982, assistiu-se a uma verdadeira explosão da denúncia do corporativismo, cujo ponto culminante foi atingido em 1983. No banco dos réus: todos os grupos organizados que defendiam interesses “profissionais”. Continue lendo…

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑