Oferta!

Quem são os “amigos do povo” e como lutam contra os social-democratas?, por Vladímir Ilitch Lênin

R$44,00

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL: ENTREGAS A PARTIR DO MEIO DE DEZEMBRO]

“Quando falo numa compreensão estreita do marxismo, refiro-me aos próprios marxistas. Não se pode deixar de observar, a esse respeito, que o marxismo é submetido à mais escandalosa redução e tergiversação quando nossos liberais e radicais assumem a tarefa de expô-lo nas páginas da imprensa legal.” – Lênin.

Uma das mais importantes obras da juventude de Lênin, em uma tradução inédita em português, cotejada com o original russo. Em uma polêmica filosófica, científica e econômica com as teorias dos populistas russos, Lênin apresenta uma brilhante defesa do marxismo contra suas falsificações e distorções. Um livro que influenciou tremendamente os jovens marxistas russos que, mais tarde, formaria a seu lado o partido bolchevique. Debatendo a influência de Hegel no pensamento de Marx, os desafios metodológicos da ciência social materialista e a necessidade histórica do socialismo como tendência objetiva, Vladímir Ilitch se destacou no meio revolucionário russo com esta brochura que circulou amplamente em São Petesburgo à época. Um dos clássicos leninistas menos acessíveis no Brasil, “Quem são os ‘amigos do povo’ e como lutam contra os social-democratas?” oferece uma introdução incendiária ao marxismo de Lênin, em confronto aberto com os críticos populistas e liberais do materialismo dialético.

Em um ensaio pouco conhecido e altamente instrutivo, Lênin discute amplamente o método científico do trabalho de Marx, usando os próprios termos de Marx (‘Quem são os amigos do povo’). O materialismo histórico, diz Lênin, não é uma concepção arbitrária. A ciência da história foi constituída como as outras ciências eram; embora possua seus próprios métodos e princípios, deve cumprir os mesmos padrões de rigor. ‘Essa ideia de materialismo na sociologia era, por si só, um elemento genial. Naturalmente, por enquanto foi apenas uma hipótese, mas foi a primeira hipótese a criar a possibilidade de uma abordagem estritamente científica aos problemas históricos e sociais’. Essa hipótese (a explicação da história através da dialética das forças e das relações de produção) permite introduzir os critérios da ciência na história: objetividade, repetição, generalização“. – Althusser, Sobre Marx, 1953.

Descrição

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL: ENTREGAS A PARTIR DO MEIO DE DEZEMBRO]

“Quando falo numa compreensão estreita do marxismo, refiro-me aos próprios marxistas. Não se pode deixar de observar, a esse respeito, que o marxismo é submetido à mais escandalosa redução e tergiversação quando nossos liberais e radicais assumem a tarefa de expô-lo nas páginas da imprensa legal.” – Lênin.

Uma das mais importantes obras da juventude de Lênin, em uma tradução inédita em português, cotejada com o original russo. Em uma polêmica filosófica, científica e econômica com as teorias dos populistas russos, Lênin apresenta uma brilhante defesa do marxismo contra suas falsificações e distorções. Um livro que influenciou tremendamente os jovens marxistas russos que, mais tarde, formaria a seu lado o partido bolchevique. Debatendo a influência de Hegel no pensamento de Marx, os desafios metodológicos da ciência social materialista e a necessidade histórica do socialismo como tendência objetiva, Vladímir Ilitch se destacou no meio revolucionário russo com esta brochura que circulou amplamente em São Petesburgo à época. Um dos clássicos leninistas menos acessíveis no Brasil, “Quem são os ‘amigos do povo’ e como lutam contra os social-democratas?” oferece uma introdução incendiária ao marxismo de Lênin, em confronto aberto com os críticos populistas e liberais do materialismo dialético.

Em um ensaio pouco conhecido e altamente instrutivo, Lênin discute amplamente o método científico do trabalho de Marx, usando os próprios termos de Marx (‘Quem são os amigos do povo’). O materialismo histórico, diz Lênin, não é uma concepção arbitrária. A ciência da história foi constituída como as outras ciências eram; embora possua seus próprios métodos e princípios, deve cumprir os mesmos padrões de rigor. ‘Essa ideia de materialismo na sociologia era, por si só, um elemento genial. Naturalmente, por enquanto foi apenas uma hipótese, mas foi a primeira hipótese a criar a possibilidade de uma abordagem estritamente científica aos problemas históricos e sociais’. Essa hipótese (a explicação da história através da dialética das forças e das relações de produção) permite introduzir os critérios da ciência na história: objetividade, repetição, generalização“. – Althusser, Sobre Marx, 1953.

 

Informação adicional

Peso 0.460 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Quem são os “amigos do povo” e como lutam contra os social-democratas?, por Vladímir Ilitch Lênin”