Um protesto contra o liberalismo de esquerda

Por Eduardo Borges*

Com a saída de Moro, a classe trabalhadora anti-sistema se auto-percebe como órfã de um partido político, abrindo assim um novo horizonte histórico, a revolução brasileira. A essência se apresenta na aparência, não havendo mais, a possibilidade concreta da alienação política da práxis futura. Assim não há mais alternativa para a classe trabalhadora a não ser fazer com as suas próprias mãos. Continue lendo “Um protesto contra o liberalismo de esquerda”

Sacerdotes da palavra e do canto

Por Eduardo Bonzatto*

“A cultura negra é discursiva. E o que ela está dizendo é traduzido pelo canto, pela dança e pelo tambor. O agudo fala do ambiente, o médio, do que tem no ambiente e o grave, do que está acontecendo ali”, afirma Carlos Negreiros. Continue lendo “Sacerdotes da palavra e do canto”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑